ENTRE... LIVROS

Fevereiro 20 2018

CNL_logótipo1-2018.jpg

O Concurso Nacional de Leitura (CNL) é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura a que se associam, tal como em edições anteriores, a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Instituto Camões IP, a Direção de Serviços de Ensino e Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DSEEPE) e a RTP.

Realizaram-se no dia 19 na escola sede, as provas orais sobre as obras selecionadas pelos alunos.

Ficaram apurados para Fase Municipal do CNL os seguintes alunos:

2º Ciclo: Margarida Rubira Coelho - 5º 1

3º Ciclo: Ana Rita Sousa Alves - 9º1

Secundário: Daniela Alexandra Fernandes Cotrim -12º2

Parabéns aos vencedores e a todos os alunos que participaram neste desafio da Leitura!

publicado por Biblioteca às 18:29

Janeiro 31 2018

“Cria e partilha com responsabilidade: uma melhor internet começa contigo”

internet.png

No âmbito das comemorações da Semana da Internet Segura 2018, ao longo da primeira quinzena de fevereiro, a professora bibliotecária em articulação com os DT, professores de Educação para a Cidadania e outros, vai realizar com turmas de 2º e 3º ciclos sessões sobre: "Pirataria", "Cyberbulling", criação e partilha de conteúdos na Internet, “Pensar antes de Publicar", "Roubo de identidade", e “Sexting”.

Pretendemos com estas sessões /formação, promover a utilização segura da internet, alertando para os perigos da sua utilização e consciencializando os seus utilizadores de algumas regras para estarem mais protegidos.

Sabias que de acordo com o Eurostat, 1 em cada 4 utilizadores da Internet na União Europeia depararam-se com problemas de segurança em 2015?

Os dados revelaram que 25% dos utilizadores da Internet na EU tiveram problemas com questões de segurança, tais como vírus que afetam os dispositivos, o abuso de informações pessoais ou o acesso de crianças a sites inapropriados.

Assiste agora a estes vídeos sobre cibersegurança.

publicado por Biblioteca às 18:10

Janeiro 25 2018

 O dia mundial da memória do Holocausto foi criado por ação da Assembleia Geral das Nações Unidas, pela Resolução 60/7, de 1 de dezembro de 2005.

A data de 27 de janeiro foi escolhida para a celebração deste dia por possuir um significado especial: foi a 27 de janeiro de 1945 que teve lugar a libertação do principal campo de concentração nazi (Auschwitz) pelas tropas da União Soviética.

Este é um dia de lembrança em nome dos milhões de vítimas provocadas pelo genocídio da Alemanha nazi sobre os judeus, ciganos, homossexuais, entre outros, ocorrido durante a II Guerra Mundial. Nele decorrem cerimónias de homenagem a pessoas falecidas no Holocausto e o Secretário Geral da ONU transmite uma mensagem especial, entre outras iniciativas.

Consulte esta página sobre o Holocausto

Assista à mensagem do secretário-geral da ONU sobre o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Assim, para que nunca se esqueça, aconselhamos a leitura de alguns livros e/ou visionamento de filmes disponíveis na Biblioteca. 

publicado por Biblioteca às 17:57

Janeiro 22 2018

Diverte-te com esta curta-metragem que conta a história de um menino que prefere passar o tempo a jogar em vez de descobrir o que está lá fora.

Um dia, a mãe decide oferecer-lhe um presente que lhe dificulta a concentração necessária para jogar...
publicado por Biblioteca às 16:52

Janeiro 06 2018

LITERACIA 3Di – Resultados da 1ª fase

 

Parabéns ao  aluno que vai representar o Agrupamento D. João V na segunda fase do Concurso Literacia 3Di que decorrerá de 26 a 2 de março de 2018.

O aluno apurado é:

LEITURA  - Vítor Hugo Monteiro Canelas do 7º1 (71.5%).

publicado por Biblioteca às 09:59

Janeiro 03 2018

livro do mês de janeiro.jpg

 Sinopse

Na turbulenta Barcelona dos anos de 1920, um jovem escritor obcecado com um amor impossível recebe a proposta de um misterioso editor para escrever um livro como nunca existiu, em troca de uma fortuna e, talvez, de muito mais.
Com um estilo deslumbrante e impecável precisão narrativa, o autor de A Sombra do Vento transporta-nos de novo à Barcelona de o Cemitério dos Livros Esquecidos para nos oferecer uma aventura de intriga, romance e tragédia, através de um labirinto de segredos, onde o encantamento dos livros, a paixão e a amizade se conjugam num romance magistral.

 O Autor

Wook.pt - Carlos Ruiz Zafón

Carlos Ruiz Zafón nasceu em Barcelona em 1964. Inicia a sua carreira literária em 1993 com El Príncipe de la Niebla (Prémio Edebé), a que se seguem El Palacio de la MedianocheLas Luces de Septiembre (reunidos no volume La Trilogía de la Niebla) e Marina. Em 2001 publica A Sombra do Vento, que rapidamente se transforma num fenómeno literário internacional. Com O Jogo de Anjo (2008) regressa ao Cemitério dos Livros Esquecidos. As suas obras foram traduzidas em mais de quarenta línguas e conquistaram numerosos prémios e milhões de leitores nos cinco continentes. Actualmente, Carlos Ruiz Zafón reside em Los Angeles, onde trabalha nos seus romances, e colabora habitualmente com La Vanguardia e El País.

 

Obras disponíveis na biblioteca.

publicado por Biblioteca às 11:31

Janeiro 02 2018

Que os livros vos acompanhem neste novo ano!

Bem vindos.jpg

publicado por Biblioteca às 17:19
Tags: ,

Dezembro 18 2017

 Desejamos a todos um bom Natal e um Ano Novo muito feliz.

il. Maria Surducan - Boas festas.jpg

 O livro é sempre uma bonita prenda de natal.

publicado por Biblioteca às 20:05
Tags:

Dezembro 18 2017

Leitores top da biblioteca no 1º Período

top leitor 1ºP.jpg

Ler torna-se desejo e a imaginação o nosso esconderijo mais secreto.

PARABÉNS!

publicado por Biblioteca às 20:03

Dezembro 11 2017

Mantemos a tradição com a nossa árvore de natal de livros.

árvore natal.jpg

natal BE.jpg

publicado por Biblioteca às 15:10
Tags:

Dezembro 04 2017

O Pinheiro de Natal

pinheiroConta a história que na noite de Natal, junto ao presépio, se encontravam três árvores: Uma tamareira, uma oliveira e um pinheiro. As três árvores ao verem Jesus nascer, quiseram oferecer-lhe um presente. A oliveira foi a primeira a oferecer, dando ao menino Jesus as suas azeitonas. A tamareira, logo a seguir, ofereceu-lhe as suas doces tâmaras. Mas o pinheiro como não tinha nada para oferecer, ficou muito infeliz.

As estrelas do céu, vendo a tristeza do pinheiro, que nada tinha para dar ao menino Jesus, decidiram descer e pousar sobre os seus galhos, iluminando e adornando o pinheiro que assim se ofereceu ao menino Jesus.

A Lenda dos Reis Magos

Reis Magos  Conta a Lenda que, vindos do Oriente, três Reis Magos, Melchior, Gaspar e Baltazar, seguiram a Estrela de Belém, que os levou até ao menino Jesus. Os Magos, ao saber que se tratava do nascimento de um rei, tinham perguntado ao Rei Herodes sobre Ele. O Rei Herodes, que de nada sabia, pediu aos Reis Magos que assim que O encontrassem, o informassem sobre o local do nascimento, de modo a poder também ele visitá-Lo. É claro que a intenção de Herodes era ver-se livre desse novo Rei, pois considerava-O uma ameaça.

Os três Reis Magos ao encontrarem o Menino Jesus, celebraram com júbilo o Seu nascimento oferecendo-Lhe Ouro, Incenso e Mirra, e venerando-O como Rei dos Judeus.

Os Reis Magos não voltaram a estar com o Rei Herodes, após serem alertados em sonhos, da intenção deste em matar Jesus.

 A Lenda da Vela de Natal

vela.pngEra uma vez um pobre sapateiro que vivia numa cabana, na encruzilhada de um caminho, perto de um pequeno e humilde povoado. Como era um homem bom e queria ajudar os viajantes, que à noite por ali passavam, deixava na janela da sua casa, uma vela acesa todas as noites, de modo a guiá-los. E apesar da doença e a fome, nunca deixou de acender a sua vela. Veio então uma grande guerra, e todos os jovens partiram, deixando a cidade ainda mais pobre e triste. As pessoas do povoado ao verem a persistência daquele pobre sapateiro, que continuava a viver a sua vida cheio de esperança e bondade, decidiram imitá-lo e, naquela noite, que era a véspera de Natal, todos acederam uma vela em suas casas, iluminando todo o povoado. À meia-noite, os sinos da igreja começaram a tocar, anunciando a boa notícia: a guerra tinha acabado e os jovens regressavam às suas casas!

Todos gritaram: “É um milagre! É o milagre das velas!”. A partir daquele dia, acender uma vela tornou-se tradição em quase todos os povos, na véspera de Natal.

publicado por Biblioteca às 18:38
Tags:

Novembro 28 2017

DIDC4.jpg

DC2.png

DC3.png

 

DIDC6.jpg

DIDC5.jpg

DC7.png

DC5.png

 

DC9.png

DC10.png

publicado por Biblioteca às 15:48

Novembro 20 2017

Um dia especial para as crianças, pelas crianças!

DCEDH.png

Celebra-se hoje o Dia Mundial dos Direitos da Criança. 


Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), documento que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais – os direitos civis e políticos, e também os direitos económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, bem como as respectivas disposições para que sejam aplicados. 

Este tratado internacional é um importante instrumento legal devido ao seu carácter universal e tembém pelo facto de ter sido ratificado pela quase totalidade dos Estados do mundo (192). Apenas dois países, os Estados Unidos da América e a Somália, ainda não ratificaram a Convenção sobre os Direitos da Criança.


Portugal ratificou a Convenção em 21 de Setembro de 1990.

A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros
direitos das crianças:


• a não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial 
todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.

• o interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que
lhe digam respeito.

• a sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.

• a opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos que se relacionem com os seus direitos.

A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:


• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)
• os direitos relativos ao desenvolvimento 
(ex. o direito à educação)
• os direitos relativos à protecção 
(ex. o direito de ser protegida contra a exploração)
• os direitos de participação
 (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião)

 

Houve agora "Imagine" de John Lennon (UNICEF: World Version)

 

publicado por Biblioteca às 08:56

Novembro 15 2017

Um dia especial para as crianças, pelas crianças 

No dia 20 de Novembro – aniversário da Convenção da ONU sobre os Direitos da Criança – as crianças irão fazer ouvir as suas vozes em solidariedade para com as crianças mais desfavorecidas e vulneráveis do mundo.

 Crianças e jovens de todo o mundo unem-se para ajudar a proteger a vida de crianças, lutar pelos seus direitos e para as ajudar a desenvolver o seu potencial máximo.

 É um dia divertido com uma mensagem séria, no qual as crianças irão “assumir” papéis de grande visibilidade nas escolas, nos media, na política, no mundo dos negócios, no desporto e no entretenimento para chamar a atenção para os desafios mais prementes que a sua geração enfrenta.

publicado por Biblioteca às 15:42

Novembro 13 2017

Literacia 3 Di.png

Os alunos do 7º1 da Escola Básica e Secundária D. João V, através de uma iniciativa da Biblioteca Escolar,  vão  participar pela primeira vez no desafio Literacia 3Di, uma iniciativa da Porto Editora que decorre ao longo do ano letivo 2017/2018 em três fases – local, distrital e nacional – e que avalia a literacia dos alunos portugueses em provas semelhantes a avaliações internacionais, realizadas através da plataforma online Escola Virtual. A nova edição do LITERACIA 3Di vai avaliar competências de Matemática, Ciência, Leitura e Inglês.

No presente  ano  participamos apenas na Literacia da leitura dirigida aos alunos do 7º ano.

A partir do dia  20 novembro, os alunos do 7.º ano, já previamente inscritos, vão testar as suas competências e os melhor classificados serão apurados para a fase distrital que decorre em fevereiro e março de 2018. Este desafio nacional culmina no dia 11 de maio, com a final no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, em Lisboa.

Na 1.ª fase os alunos irão realizar as provas nos computadores da Biblioteca Escolar, em data e horário a afixar.

Todas as informações sobre o desafio pelo conhecimento estão disponíveis em www.literacia3d.pt

Pode consultar aqui o regulamento.

publicado por Biblioteca às 18:31

Blog da Biblioteca da Escola Secundária c/ 2º e 3º Ciclos D.João V
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28


Recursos Educativos Digitais
DIIGO
pesquisar
 
Professora bibliotecária
Joana Generoso
Professora responsável pelo blog
Joana Generoso
subscrever feeds